Activistas da Femen detidas após protesto em Moscovo

Por Redacção

Um grupo de três activistas da Femen foi detido depois de tirar a roupa em protesto contra Putin e o resultado das eleições parlamentares do último domingo, em Moscovo.

As activistas pertencem à organização feminista ucraniana Femen, e tornaram-se conhecidas por protestarem seminuas nas ruas. Hoje fizeram-no em frente à Catedral de Cristo Salvador, na capital russa, antes de serem detidas pelas autoridades policiais.

As manifestantes, que apresentavam cartazes com a frase «Deus expulsa o Czar», tiveram que enfrentar temperaturas abaixo de zero graus para realizar o protesto contra Putin. A frase escrita nos cartazes é uma versão da «Deus salve o Czar», presente no hino da Rússia imperial.

Segundo as agências locais, as activistas do Femen, explicaram que foram até Moscovo para apoiar à oposição russa nos protestos contra a suposta falsificação das eleições parlamentares pelo partido liderado por Putin, a Rússia Unida.

Na página da internet da Femen uma nota defende que o grupo espera «com impaciência o dia 10 de Dezembro, data do nascimento de uma nova Rússia sem vergonhas e presos políticos», naquela que é uma alusão à grande manifestação que será realizada em Moscovo.

As mulheres acabaram detidas pelas autoridades russas, após 15 minutos de resistirem às detenções.

Reconhecidas no mundo todo, as activistas do Femen ficaram famosas por se manifestarem despidas em defesa dos direitos das mulheres.


Imprimir esta notcia

Via: abola.pt


Short link: [Facebook] [Twitter] [Email] Copy - http://whoel.se/~9UCih$Ef

This entry was posted in PT and tagged on by .

About FEMEN

The mission of the "FEMEN" movement is to create the most favourable conditions for the young women to join up into a social group with the general idea of the mutual support and social responsibility, helping to reveal the talents of each member of the movement.

Leave a Reply