Ativistas do Femen cercam carro de ex-diretor do FMI acusado de …

A chegada de Dominique Strauss-Kahn, ex-diretor do FMI, ao tribunal de Lille, na França, foi marcada pela intervenção de três ativistas do grupo feminista Femen, na manhã desta terça-feira, 10 de fevereiro.

Strauss-Kahn compareceu ao tribunal para seu primeiro depoimento no processo que lhe acusa de cafetinagem. Nuas da cintura pra cima, as mulheres tinham mensagens pintadas no corpo contra o proxenetismo e a prostituição.

Uma delas chegou a subir no capô do carro que conduzia o acusado, até ser contida pela polícia. As três foram presas.

PROCESSO

Strauss-Kahn é acusado de comandar o agenciamento de garotas de programa em festas organizadas por empresários franceses em Lille, Paris e Washington. O ex-diretor do FMI nega todas as acusações e afirma que não sabia que as mulheres que iam às festas eram garotas de programa.

Se for condenado, a pena poderá ser de até dez anos de prisão e multa de 1,5 milhão de euros. Outras 13 pessoas são acusadas no mesmo processo.

Em maio de 2011, Strauss-Kahn foi detido nos EUA sob acusação de estuprar uma camareira do hotel Sofitel, em Nova York. Ele ficou quatro dias presos e neste período renunciou ao cargo.

As acusações criminais foram abandonadas três meses depois devido a dúvidas sobre a credibilidade da vítima. O processo civil foi finalizado com um acordo financeiro secreto assinado pelas duas partes.

Via: noticias.portalvox.com


Short link: [Facebook] [Twitter] [Email] Copy - http://whoel.se/~40mJY$5pE

This entry was posted in PT and tagged on by .

About FEMEN

The mission of the "FEMEN" movement is to create the most favourable conditions for the young women to join up into a social group with the general idea of the mutual support and social responsibility, helping to reveal the talents of each member of the movement.

Leave a Reply