Depois de Cameron, foi a vez de Hollande ser abordado na rua

Um dia depois de o primeiro-ministro britânico, David Cameron, ter sido “abalroado” por um homem que estava alegadamente a fazer “jogging”, foi a vez de o Presidente francês, François Hollande, ser abordado na rua, durante uma visita a Paris, por duas ativistas feministas do movimento Femen, que conseguiram furar as barreiras de segurança.

As duas jovens, que se apresentavam, como é hábito, de seios desnudos, questionaram o chefe de Estado sobre a condenação de duas ativistas do Femen por “exibicionismo”. “É porque somos doentes mentais ou feministas?”, questionou uma das jovens, que rapidamente foi afastada apelos seguranças de Hollande. O Presidente francês não a deixou contudo sem resposta, como se pode ver num vídeo publicado pelo Le Figaro. “Vocês são feministas e eu entendo. Vocês não são doentes mentais, mas não podem colocar-se nesta situação. Eu entendi-vos”.

Segundo o mesmo jornal francês, esta não é a primeira vez que o chefe de Estado é confrontado por um grupo de ativistas na rua.

Já no domingo passado, 30 mulheres do Femen se tinham manifestado em frente ao palácio de Justiça de Paris também por causa das ações judiciais contra duas delas por exibicionismo. A última das condenações foi no dia 15 de outubro contra a ucraniana Yana Jdanova, que atacou a estátua de cera do presidente russo, Vladimir Putin, no museu Grévin. Foi condenada a pagar uma multa de 1.500 euros. Já Eloïse Bouton foi acusada de exibicionismo, em dezembro de 2013, após uma ação na igreja da Madeleine, em Paris.

Via: observador.pt


Short link: [Facebook] [Twitter] [Email] Copy - http://whoel.se/~xgjlY$5WO

This entry was posted in PT and tagged on by .

About FEMEN

The mission of the "FEMEN" movement is to create the most favourable conditions for the young women to join up into a social group with the general idea of the mutual support and social responsibility, helping to reveal the talents of each member of the movement.

Leave a Reply