Homossexuais marroquinos detidos por se beijarem em público

Dois jovens marroquinos foram esta quarta-feira detidos quando se beijavam perto do mausoléu Hassan II, em Rabat, no mesmo lugar onde terça-feira duas ativistas do movimento feminista Femen foram fotografadas seminuas a beijarem-se, relatou a revista Goud.ma.

Segundo a revista, que cita fontes policiais, os dois jovens foram detidos e apresentados à Procuradoria-Geral e vão ser acusados de "atentar contra a moral pública".

O comportamento dos jovens ocorre um dia depois de duas ativistas da Femen França, ambas de nacionalidade francesa, terem aparecido seminuas a beijarem-se no mesmo monumento, o mais emblemático de Rabat, como reação contra a homofobia.

No mesmo dia à noite, um membro do grupo britânico Placebo protestou num concerto realizado no âmbito do festival Mawazine contra a criminalização da homossexualidade quando mostrou o dorso com uma cruz que tinha o número 489.

O número refere-se ao artigo 489 do Código Penal de Marrocos, que pune com até três anos de prisão quem tiver "relações sexuais contranatura com pessoas do mesmo sexo".

Não deixe de nos seguir no Facebook.

Via: cmjornal.xl.pt


Short link: [Facebook] [Twitter] [Email] Copy - http://whoel.se/~smMse$68T

This entry was posted in PT and tagged on by .

About FEMEN

The mission of the "FEMEN" movement is to create the most favourable conditions for the young women to join up into a social group with the general idea of the mutual support and social responsibility, helping to reveal the talents of each member of the movement.

Leave a Reply