Milhares sairam às ruas em Madrid para prostestar contra aborto

Madrid, 17 nov (Lusa) – Milhares de pessoas manifestaram-se hoje em Madrid contra o aborto. Cinco ativistas do grupo feminista Femen, que estavam nos protestos com mensagens pró-aborto escritas no peito, foram detidas pela polícia.

A manifestação iniciou um pouco antes do meio-dia da praça da Puerta del Sol e seguiu pela rua Alcalá. Segundo a agência EFE, as cinco ativistas da Femen esperaram junto de um cruzamento daquela rua, uma das principais de Madrid, e quando a marcha se aproximou despiram-se da cintura para cima para mostrar e gritar mensagens como “O aborto é sagrado” e “Liberdade para abortar”.

Os manifestantes, muitos vestidos com camisetas pintadas com a frase “Direito à vida”, foram convocados por grupos conservadores para exigir alterações à lei de 2010 que descriminalizou o aborto.

Alguns integrantes dos grupos conservadores enfrentaram as ativistas, lançando ‘spray’ e gritando “abortistas terroristas”, antes de a polícia chegar ao local e as deter.

“Foi um espetáculo lamentável. Tive que agarrar as crianças porque elas queriam ver o que se passava. Todos temos direito a protestar, mas com bom senso”, disse um dos manifestantes, Arturo Tardio, de 55 anos, à agência France Presse.

O governo espanhol, de direita, prometeu tornar a lei do aborto mais rígida, mas o projeto tem sido adiado com a imprensa noticiando as divisões no Partido Popular.

A lei, aprovada pelo governo socialista em 2010, permite o aborto até às 14 semanas de gravidez ou, em caso de risco de saúde para a mãe ou de deficiência grave do feto, até às 22 semanas.

O atual governo não anunciou até agora o que pretende mudar na lei, mas o ministro da Justiça, Alberto Ruiz-Gallardon, encarregado da alteração, disse que o aborto deve ser proibido nos casos de deficiência do feto.

Via: ebc.com.br


Short link: [Facebook] [Twitter] [Email] Copy - http://whoel.se/~yPqQG$4Ry

This entry was posted in PT and tagged on by .

About FEMEN

The mission of the "FEMEN" movement is to create the most favourable conditions for the young women to join up into a social group with the general idea of the mutual support and social responsibility, helping to reveal the talents of each member of the movement.

Leave a Reply