Tag Archives: notícia

Militantes do Femen serão julgadas por atacarem carro de Strauss …

“Enviamos uma convocação judicial para o dia 15 de dezembro”, disse o promotor-adjunto de Lille, no norte da França, Bruno Dieudonné, onde Strauss-Kahn é acusado de “proxenetismo com agravante de grupo organizado” por explorar uma rede de prostituição. As três jovens atacaram o carro de DSK, como Strauss-Kahn é conhecido na França, aos gritos de “clientes, exploradores, culpados.” Uma das militantes chegou a subir no capô do veículo do ex-diretor do FMI quando ele entrava na garagem do palácio de Justiça. Depois da manifestação, as jovens foram presas para >>>

Integrantes do Femen que prostetaram contra ex-diretor serão …

As três integrantes do grupo Femen que receberam Dominique Strauss-Kahn de topless na terça-feira (10) na entrada do tribunal de Lille (norte da França), onde o ex-diretor do FMI é julgado por agenciar mulheres para a prostituição, serão julgadas por "exibicionismo" em dezembro. "Elas foram convocadas pela justiça em 15 de dezembro. Serão julgadas por exibicionismo sexual", afirmou Bruno Dieudonné, promotor adjunto de Lille. As jovens foram liberadas na terça-feira (10) à tarde. As três ativistas receberam o carro do ex-diretor do FMI aos gritos de "proxenetas, clientes, declarados >>>

Com vídeo: Ativistas de novo em topless para Kahn, que clama …

Duas ativistas da Femen manifestaram a Dominique Strauss-Kahn a sua fúria, em Lille, num protesto contra o ex-diretor do FMI, acusado de crimes de proxenetismo. Veja o vídeo. Em topless e com inscrições no corpo (como é habitual nas ações da Femen), as mulheres aproveitaram a chegada do ex-ministro ao Palácio da Justiça, onde Kahn está a ser julgado. Assim que o carro que transportava o ex-diretor do Fundo Monetário Internacional chegou ao tribunal, o ex-diretor do FMI foi alvo da fúria de um grupo de ativistas, que em topless mostraram o sentimento que nutrem por Strauss-Kahn.A >>>

Ativistas do Femen protestam em julgamento de Strauss-Kahn

Tr​ês manifestantes do grupo Femen tentaram subir no veículo do ex-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, no momento em que ele chegava a um tribunal francês, nesta terça-feira. O magnata de 65 anos é julgado por ter promovido festas, em que sabia que prostitutas estavam envolvidas, entre 2008 e 2011, no norte da França, em Washington, Bruxelas e Paris. As três mulheres estavam com frases pintadas de preto nos seios e no tronco. Nas frases, elas acusavam e protestavam >>>

Femen » Mulheres de topless avançam no carro de Strauss-Kahn …

A ação do Femen aconteceu na chegada do ex-diretor do FMI a seu julgamento. Foto: Denis Charlet/AFP Photo Três mulheres do grupo Femen com os seios descobertos avançaram nesta terça-feira sobre o carro de Dominique Strauss-Kahn, na chegada do ex-diretor do FMI a seu julgamento por proxenetismo no Tribunal de Lille, norte da França.Gritando "macs-clientes declarados culpados", as três ativistas pegaram de surpresa os policiais em frente ao tribunal, uma delas chegando a escalar o capô do sedan com vidros escuros que transportava DSK, e as outras duas cercando o veículo antes de serem todas >>>

Ex-chefe do FMI Strauss-Kahn nega saber que mulheres

Strauss-Kahn, de 65 anos, é acusado de promover festas em que sabia que prostituas estavam envolvidas, entre 2008 e 2011 na cidade de Lille, no norte da França, em Washington, Bruxelas e Paris. Com voz calma e confiante e vestindo um terno preto sóbrio, ele reconheceu sua predileção por festas "libertinas" com um pequeno grupo de amigos que, por vezes, o convidava para participar de "um almoço ou algo mais alegre e divertido" em Paris. Ele nunca organizou as festas nem pediu a outros para organizá-las, e nunca teria participado se soubesse que as >>>

Ativistas de topless se jogam sobre carro de ex-diretor do FMI

O ex-diretor do FMI Dominique Strauss-Kahn, julgado na França por proxenetismo (ato de administrar pessoas para prostituição e lucrar com seus rendimentos), negou ter cometido qualquer crime ou delito de ordem sexual, reafirmando ignorar a presença de prostitutas nas festas libertinas com amigos.O ex-político francês que teve sua carreira arruinada por sua grande paixão pelas mulheres, também negou qualquer papel de instigador. "Eu me considero em nada organizador dessas noites. Eu não tinha tempo para organizar qualquer evento", declarou durante a audiência.Além disso, ele declarou >>>