Tag Archives: notícia

Feira para a “mulher muçulmana” cria polêmica na França

Enquanto dois homens animavam um debate sobre a vida conjugal, duas militantes subiram ao palco do evento usando djellabas pretas, roupas femininas típicas da região do Magreb, no norte da África. Elas então retiraram os trajes e ficaram com os seios à mostra, iniciando o protesto. No corpo, traziam frases escritas em árabe, dizendo “ninguém me submete”, “ninguém me possui” e “sou meu próprio profeta”. As duas mulheres, de 25 e 31 anos, foram retiradas do palco por agentes de segurança e entregues à polícia, segundo uma fonte policial informou à agência AFP. De >>>

Marrocos: Condenados por se beijarem em público

Em Marrocos dois homens acusados de se terem beijado em público num lugar histórico de Rabat, no início de junho, foram condenados a quatro meses de prisão. Os dois homens de 38 e 25 anos acusados de “ato obsceno em público” e de “ato contranatura com um indivíduo do mesmo sexo” pagaram também uma multa de cerca de 45 euros. Lahcen e Mohsin foram detidos em 5 de junho, por se terem beijado em frente da Torre Hassan, um dos principais monumentos da capital marroquina, um dia após militantes do grupo Femen terem protestado no mesmo local contra a penalização da homossexualidade >>>

Marroquinos manifestam-se em frente à embaixada de Espanha … – Diário de Notícias

Centenas de marroquinos manifestaram-se hoje em frente à embaixada de Espanha, em Rabat, em protesto pelo alegado envolvimento de uma espanhola na defesa dos homossexuais de Marrocos. Na quarta-feira, uma ativista espanhola da organização Novact, que promoveu atividades de defesa dos homossexuais em Marrocos, foi também expulsa depois de ter sido acusada de "apadrinhar ações não autorizadas por organizações estrangeiras que apoiam condutas desviantes". Duas ativistas francesas do movimento feminista Femen também foram expulsas do país, na terça-feira, depois de terem >>>

Marroquinos manifestam-se contra homossexuais

Na quarta-feira, uma ativista espanhola da organização Novact, que promoveu atividades de defesa dos homossexuais em Marrocos, foi também expulsa depois de ter sido acusada de "apadrinhar ações não autorizadas por organizações estrangeiras que apoiam condutas desviantes". Duas ativistas francesas do movimento feminista Femen também foram expulsas do país, na terça-feira, depois de terem sido fotografadas seminuas e a beijarem-se, junto de um monumento nacional.Num ambiente mais festivo do que de protesto, os manifestantes gritavam "Não aos homossexuais" e empunhavam cartazes >>>

Rabat Marroquinos manifestam-se contra homossexuais

Na quarta-feira, uma ativista espanhola da organização Novact, que promoveu atividades de defesa dos homossexuais em Marrocos, foi também expulsa depois de ter sido acusada de "apadrinhar ações não autorizadas por organizações estrangeiras que apoiam condutas desviantes". Duas ativistas francesas do movimento feminista Femen também foram expulsas do país, na terça-feira, depois de terem sido fotografadas seminuas e a beijarem-se, junto de um monumento nacional.Num ambiente mais festivo do que de protesto, os manifestantes gritavam "Não aos homossexuais" e empunhavam cartazes >>>

Casal gay é preso no Marrocos por beijo em público

Imprimir Envie este artigo 04. Junho 2015 - 22:41 Dois marroquinos que se beijaram em público foram presos, e uma espanhola foi expulsa do país, informaram autoridades marroquinas nesta quinta-feira, um dia após a ação do grupo Femen contra a criminalização da homossexualidade no Marrocos. O ministério do Interior marroquino indicou em um comunicado que dois cidadãos do país foram presos por "exposição indecente". No Marrocos, o artigo 489 estipula que a homossexualidade é passível de uma pena >>>

TAMANHO DA LETRA

Stefan Olsdal, da banda Placebo, durante festival de música no Marrocos protesta contra o artigo 489 que pune a homossexualidade no país. Foto: SIFE EL AMINE/ MAWAZINE FESTIVAL/AFP Rabat (AFP) - Dois homens marroquinos que se beijaram em público foram presos e uma espanhola foi expulsa do país, informaram as autoridades marroquinas nesta quinta-feira, um dia após a ação do grupo Femen contra a criminalização da homossexualidade no Marrocos.O ministério do Interior marroquino indicou em um comunicado que dois cidadãos do país foram presos por "exposição indecente".No Marrocos, o artigo >>>