Ativista do grupo Femen foi expulsa do país

Um ativista ucraniana do grupo feminista Femen foi detida em Tunes e expulsa do país, esta terça-feira, na véspera de outras três militantes do mesmo movimento serem julgadas, na Tunísia, por atentado ao pudor e aos bons costumes.

«Vários homens entraram no quarto de hotel dela e ordenaram-lhe que guardasse as suas coisas. Ela foi levada para uma prisão, onde foi interrogada sobre suas intenções e, especialmente, se pretendia fazer uma ação de topless», disse à AFP Inna Shevchenko, líder do grupo Femen. «Depois, ela foi expulsa e agora está num avião rumo a Kyiv. Seu passaporte foi entregue ao piloto», acrescentou a ativista.

No entanto, o ministério tunisino do Interior não deu prestou qualquer declaração sobre episódio. Segundo o Femen, a jovem detida chama-se Alexandra Shevchenko e não tinha viajado para participar em nenhuma ação de protesto, mas apenas para apoiar as colegas durante o processo que começa esta quarta-feira.

Recorde-se que três ativistas do Femen, duas francesas e uma alemã, começam a ser julgadas esta quarta-feira por terem protestado seminuas na capital da Tunísia, contra a detenção de uma ativista tunisina, Amina Sbui, de 18 anos que está detida desde 19 de maio.

Amina foi presa por escrever Femen num muro perto de um cemitério muçulmano e corre o risco de ser condenada a dois anos de prisão por profanação de sepultura. «Os serviços especiais souberam que uma Femen estava na cidade e ficaram com medo. A Tunísia mostra sua verdadeira cara ditatorial», criticou Inna.

Via: abola.pt


Short link: [Facebook] [Twitter] [Email] Copy - http://whoel.se/~dC2Xk$30y

This entry was posted in PT and tagged on by .

About FEMEN

The mission of the "FEMEN" movement is to create the most favourable conditions for the young women to join up into a social group with the general idea of the mutual support and social responsibility, helping to reveal the talents of each member of the movement.

Leave a Reply