Category Archives: PT

Escritório do Femen pega fogo na França

A sede francesa do polêmico grupo ucraniano Femen pegou fogo no domingo, em um caso que está sendo tratado pela polícia como acidente. As ativistas, que ficaram famosas por protestos em topless, dizem ter recebido telefonemas nos quais seriam chamadas de "bruxas que deveriam ser queimadas'. O incêndio começou de madrugada, no quarto onde a ucraniana Inna Shevchenko (foto), fundadora do grupo e que recebeu asilo na França, estava hospedada. Ela não estava no local no momento, mas várias integrantes do grupo estavam dormindo no escrito locado no mesmo prédio, mas em outro andar >>>

Incêndio atinge sede francesa da organização feminista Femen

Um incêndio atingiu na madrugada do último sábado (20) a sede francesa do Femen, grupo de mulheres manifestantes, em Paris. Até este domingo (21), a polícia local ainda não tinha informações precisas sobre as origens do incêndio, de acordo com informações da rede RFI. A única certeza, ainda segundo a polícia, é que não existem evidências de que o incêndio tenha sido criminal. A líder do grupo, a ucraniana Inna Shevchenko, disse neste domingo não saber como o fogo começou, mas acrescentou que o Femen tem "muitos inimigos que estão tentando nos deter >>>

No escritório do Femen em Paris ocorreu incêndio

“As moças chamaram rapidamente os bombeiros, ninguém foi afetado”, diz-se no comunicado publicado no site do Femen. Até esta hora o fogo foi apagado.Na semana passada, em Paris foi apresentado um novo selo postal em que aparece a Marianne, figura alegórica que simbolicamente representa a França. Uma das mulheres escolhidas para transmitir a imagem da Marianne é Inna Shevchenko, ativista do Femen. A apresentação do selo suscitou acesa polêmica nos meios políticos do país, tendo alguns partidos exortado a boicotá-lo. >>>

A ativista egípcia Alia El Mahdi (2ª à direita) participa de protesto do …

Ativistas do grupo feminista Femen protestaram nesta sexta-feira (19) em frente à embaixada do Egito em Berlim, na Alemanha, pedido pela proteção dos direitos das mulheres no Egito. Uma ativista egípcia, Alia El Mahdi, participou do ato mostrando os seios e frases de ordem escritas pelo corpo. O protesto ocorre após a denúncia de que mais de 200 casos de estupros ocorreram na praça Tahrir, no Cairo, em meio aos protestos que resultaram na deposição do presidente Mohamed Morsi pelas forças armadas. As manifestantes do Femen foram ao protesto com calcinhas com desenho representando >>>

Insulto e difamação » Femen tunisiana será julgada na segunda por …

A Femen tunisiana Amina será julgada na segunda-feira por insulto e difamação de uma autoridade pública após um incidente ocorrido na prisão em que está presa há dois meses, indicou seu advogado, e pessoas ligadas à militante feminista denunciam uma "crueldade" contra a jovem. Foto: Wojtek Radwanski/AFP PhotoA Femen tunisiana Amina será julgada na segunda-feira por insulto e difamação de uma autoridade pública após um incidente ocorrido na prisão em que está presa há dois meses, indicou seu advogado, e pessoas ligadas à militante feminista denunciam uma "crueldade" contra a jovem."Amina >>>

Protesto das Femen em Kyiv

Notação actual 3.4 Oksana Shachko, ativista das Femen foi detida em Kyiv depois de se ter manifestado contra a detenção de Alexei Navalny. O advogado e opositor de Vladimir Putin foi condenado a cinco anos de prisão.No canal euronews, acreditamos na inteligência humana e achamos que a função de um canal de informação é dar matéria suficiente a cada indivíduo para que crie a sua própria opinião sobre o mundo.Consideramos também que há imagens que não têm necessidade de explicação ou de qualquer comentário. >>>

Femen tunisiana será julgada na segunda por insulto e difamação …

A Femen tunisiana Amina será julgada na segunda-feira por insulto e difamação de uma autoridade pública após um incidente ocorrido na prisão em que está presa há dois meses, indicou seu advogado, e pessoas ligadas à militante feminista denunciam uma "crueldade" contra a jovem. "Amina Sboui comparecerá na segunda-feira diante do tribunal de M'saken (140 km de Túnis) para responder à acusação de insulto a uma autoridade no exercício de seu trabalho e de difamação", acusações pelas quais pode ser condenada respectivamente a um ano e seis meses de prisão, indicou à AFP seu advogado >>>

Fundadora do movimento Femen é a nova “Marianne” dos selos …

Outras Notícias França concede asilo político à líder das ‘Femen’ 08/07/2013 19:54 CET Ativistas do Femen condenadas a 4 meses de prisão na… 12/06/2013 23:25 CET A ucraniana Inna Shevchencko é a mais recente “Marianne” dos correios franceses. A escolha, para os famosos selos de correio, da fundadora do movimento Femen, que recebeu recentemente asilo político em França, relançou a polémica sobre o casamento homossexual. A feminista é vista por uma certa fação >>>

Selo inspirado em ativista do Femen causa polêmica na França

O novo selo postal mostra um rosto de mulher desenhado em traços finos, mas os designers do projeto criaram polêmica ao revelar que sua musa inspiradora era a ucraniana que aparece nas manifestações com os seios nus. Marianne é o rosto oficial da república francesa nos selos postais desde 1944. A imagem representa os valores nascidos na Revolução Francesa. Ela sempre aparece usando um barrete frígio, símbolo da revolução de 1789. A nova versão é chamada "Marianne da Juventude" e ainda não se sabe quanto tempo ficará em circulação. A versão anterior, da série  "Marianne >>>

Fundadora do Femen inspira selo com símbolo nacional da França

A nova edição de um selo postal com a efígie feminina símbolo da República está causando polêmica na França, depois da revelação de que seus traços foram inspirados na imagem da fundadora do movimento feminista Femen. Denominada Marianne, a imagem simbólica da República e dos valores da Revolução Francesa é uma mulher geralmente retratada com o peito desnudo e com um barrete frígio na cabeça. O novo selo, desenhado por David Kawena e Olivier Ciappa, foi apresentado domingo, no Dia da Bastilha, festa nacional francesa, pelo presidente François Hollande. Horas depois, Ciappa >>>