Facebook fecha páginas do Femen por considerar conteúdo …

Facebook fecha páginas do Femen por considerar conteúdo “pornográfico”

O grupo feminista Femen denunciou nesta terça-feira (25/06) que várias de suas páginas no Facebook foram encerradas involuntariamente, pois o conteúdo “apresentava pornografia e promovia a prostituição”.

Agência Efe

Ativistas protestam contra a prisão de três mulheres na Bélgica

“Informamos ao público o fechamento das nossas principais páginas do Facebook, que eram seguidas por aproximadamente 170 mil pessoas. Esse fato é a continuação da guerra na internet contra o Femen, feita por vários grupos reacionários – de ditaduras nazistas até fundamentalistas islâmicos”, diz nota oficial publicada no Twitter.

O grupo afirma que a plataforma era um dos principais meios de comunicação da campanha para conseguir a liberação de presas políticas ao redor do mundo. “Devolvam à revolução feminina a sua principal voz. Femen não é pornografia”, contesta o grupo.

O fechamento das páginas do Facebook foi mais um capítulo das batalhas – judiciais e políticas - que o Femen têm travado nos últimos meses por suas posições contra o sistema geopolítico atual.

Três ativistas do  Femen, inclusive, foram condenadas em Tunis no começo de junho a quatro meses de prisão por "atentado contra ao pudor e aos bons costumes”, afirmou em entrevista coletiva à Agência Efe o advogado tunisiano Suhair Bahri, que defende as integrantes do Femen.

Desde então, o grupo faz investidas em todo o mundo a favor das mulheres detidas, aumentando a tensão com autoridades da comunidade internacional.

"Esperava que fossem liberadas, mas infelizmente continuam presas", disse Bahri antes de afirmar que recorrerá para evitar que as francesas Pauline Hillier e Marguerite Stern, de 27 e 23 anos, respectivamente, e a alemã Josephine Markmann, de 19, cumpram a pena.

As três jovens, acusadas também de "incitar a libertinagem", foram detidas por protestar seminuas na frente do Palácio de Justiça para pedir a libertação da feminista tunisiana Amina Esbui, que está em prisão preventiva desde o dia 19 de maio.

<!--
VATICANO

Revista Samuel: livro relaciona Igreja ditadura

Direitos humanos: ativistas criticam escolha

Veja galeria de fotos da eleio do papa

Agentes da ditadura homenageiam novo papa

Charge: Os bastidores do conclave

-->

Mais recomendadas no Facebook

Acompanhe o Opera Mundi

Open all references in tabs: [1 - 6]

Via: operamundi.uol.com.br


Short link: [Facebook] [Twitter] [Email] Copy - http://whoel.se/~jRinI$3Mo

This entry was posted in PT and tagged on by .

About FEMEN

The mission of the "FEMEN" movement is to create the most favourable conditions for the young women to join up into a social group with the general idea of the mutual support and social responsibility, helping to reveal the talents of each member of the movement.

Leave a Reply