Hackers islamitas atacam página do Facebook do Femen-Tunísia

Hackers islamitas tomaram o controlo da página do Facebook do grupo feminista Femen-Tunísia, após a divulgação de fotos de duas jovens tunisinas com os seios descobertos.

«Graças a Deus hackeamos esta página imoral e o melhor ainda está para vir», indicou o hacker, que assina como «al-Aangur».

«A página foi hackeada e, se Deus quiser, estas sujeiras desaparecerão da Tunísia», acrescentou.

O hacker substituiu nesta página as fotos de diversas ações com seios decobertos do Femen em todo o mundo por vídeos de suras do Alcorão, imagens que ilustram a profissão de fé do islão.

O Femen, um grupo de feministas ucranianas que agora está instalado em Paris e que foi imitado em vários países de todo o mundo, é conhecido desde 2010 pelas suas acções «topless» para denunciar o sexismo, a homofobia, a prostituição e a religião.

Duas jovens tunisinas divulgaram nos últimos dias na internet fotos delas próprias com o peito descoberto, depois de terem escrito sobre os seios em letras pretas e em árabe «O meu corpo pertence-me, não representa a honra de ninguém».

Há duas semanas que surgem especulações na imprensa tunisina sobre uma acção das feministas ucranianas e francesas na Tunísia, onde o atentado contra o pudor pode ser castigado com seis meses de prisão.

Desde a década de 1950, as mulheres tunisinas têm os direitos mais avançados no mundo árabe, mas persistem muitas desigualdades, sobretudo em matéria de herança.

Via: diariodigital.sapo.pt


Short link: [Facebook] [Twitter] [Email] Copy - http://whoel.se/~36PQe$2Qm

This entry was posted in PT and tagged on by .

About FEMEN

The mission of the "FEMEN" movement is to create the most favourable conditions for the young women to join up into a social group with the general idea of the mutual support and social responsibility, helping to reveal the talents of each member of the movement.

Leave a Reply