Category Archives: PT

França concede asilo à líder de feministas de “topless”

A ativista ucraniana Inna Shevchenko (c), do grupo de direitos femininos Femen, participa de um protesto próximo à embaixada da Tunísia em Paris. Foto: AFP, Miguel Medina PARIS — A França concedeu nesta segunda-feira asilo a Inna Shevshenko, líder de um grupo feminista ucraniano que protesta contra la homofobia e a religião desnudando os seiso, informou a própria ativista. Shevshenko, de 23 anos, indicou à AFP que pediu asilo em fevereiro, e que recebeu recentemente a resposta positiva do Escritório de Proteção de Refugiado e Apátridas (Ofpra) francês. Essa organização não >>>

Governo francês concede asilo político para líder do Femen

Segundo a militante, de 23 anos, o pedido de asilo foi feito em fevereiro e recebido recentemente. As autoridades francesas não puderam confirmar a informação, que é considerada "confidencial" pelo escritório de Proteção dos Refugiados e Apátridas. De acordo com os documentos da militante, a decisão foi tomada no dia 9 de abril. A escolha da França, diz, foi estratégica, porque para desenvolver o movimento, "precisamos de um lugar, de um país", disse.Ela também lembrou que sofre ameaças em seu país por ter cortado uma cruz ortodoxa com uma serra elétrica, em apoio às integrantes >>>

França concede asilo à líder de feministas de topless, diz Femen

França concedeu hoje asilo a Inna Shevshenko, líder de um grupo feminista ucraniano que protesta contra a homofobia e a religião desnudando o peito, anunciou a própria activista. Shevshenko, de 23 anos, disse ue pediu asilo em Fevereiro, e que recebeu recentemente a resposta positiva do Gabinete de Proteção do Refugiado e Apátridas (Ofpra) francês. Aquela organização não confirmou a informação da feminista, que alega ser ameaçada por um processo judicial ño seu país por protestar contra a condenação das membros do grupo de rock feminista russo Pussy Riot. >>>

Ativista do Femen protesta no aeroporto de Istambul

Autoria: Band.com.br em 5 julho, as 13:45 Em Brasil Uma militante do grupo feminista Femen protestou nesta sexta-feira de topless em um aeroporto de Istambul para denunciar a repressão das últimas manifestações contra o governo na Turquia.   Femen: polonesas pedem libertação de ativista   Tunísia: 3 militantes do Femen deixam prisão   A jovem, que chegou à cidade em um avião procedente da capital Ancara, tirou a parte de cima da roupa na área de desembarque do aeroporto Sabiha Gokçen, na parte asiática >>>

Femen protesta no aeroporto de Istambul

Istambul - Uma militante do grupo feminista Femen protestou nesta sexta-feira de topless num aeroporto de Istambul para denunciar a repressão das últimas manifestações contra o governo na Turquia.A jovem, que chegou à cidade num avião procedente da capital Ancara, tirou a parte de cima da roupa na área de desembarque do aeroporto Sabiha Gokçen, na parte asiática de Istambul.Exibiu um cartaz em forma de passagem de avião com a frase "Erdogan, Istambul-Cabul".Diante dos passageiros, a militante, identificada como Sarah, gritou em inglês "Istambul-Cabul para Erdogan, Turquia livre", durante >>>

Femen protesta no aeroporto de Istambul Ativista gritou palavras de …

Mesmo solitária, ativista foi vista por vários passageiros de um voo procedente de AncaraUma militante do grupo feminista Femen protestou nesta sexta-feira de topless em um aeroporto de Istambul para denunciar a repressão das últimas manifestações contra o governo na Turquia.  Veja a galeria de fotos do protesto  A jovem, que chegou à cidade em um avião procedente da capital Ancara, tirou a parte de cima da roupa na área de desembarque do aeroporto Sabiha Gokçen, na parte asiática de Istambul. Ela exibiu um cartaz em forma de passagem de avião >>>

Femen protesta no aeroporto de Istambul

05. Julho 2013 - 13:13 Uma militante do grupo feminista Femen protestou nesta sexta-feira de topless em um aeroporto de Istambul para denunciar a repressão das últimas manifestações contra o governo na Turquia. A jovem, que chegou à cidade em um avião procedente da capital Ancara, tirou a parte de cima da roupa na área de desembarque do aeroporto Sabiha Gokçen, na parte asiática de Istambul. Ela exibiu um cartaz em forma de passagem de avião com a frase "Erdogan, Istambul-Cabul". Diante dos passageiros, a militante, >>>

Femen protesta no aeroporto de Istambul

Uma militante do grupo feminista Femen protestou nesta sexta-feira de topless em um aeroporto de Istambul para denunciar a repressão das últimas manifestações contra o governo na Turquia. A jovem, que chegou à cidade em um avião procedente da capital Ancara, tirou a parte de cima da roupa na área de desembarque do aeroporto Sabiha Gokçen, na parte asiática de Istambul. Ela exibiu um cartaz em forma de passagem de avião com a frase "Erdogan, Istambul-Cabul". Diante dos passageiros, a militante, identificada como Sarah, gritou em inglês "Istambul-Cabul >>>

Femen: polonesas pedem libertação de ativista

Integrantes polonesas do grupo Femen protestaram neste domingo, em frente à embaixada da Tunísia no país, em Varsóvia, pela libertação de uma das ativistas do movimento. Amina Sboui foi detida em maio deste ano.   Como acontece na maioria das manifestações do Femen, as ativistas pintaram seus corpos com mensagens de efeito. Elas também seguraram um grande cartaz, pedindo a libertação de Amina.   Amina Sboui, de 18 anos, foi detida por pintar "Femen" no muro de um cemitério muçulmano, em um protesto contra islamitas radicais salafistas. Ela pode ser condenada a dois anos de prisão >>>

Seminuas, manifestantes do Femen protestam em mesquita na Suécia

Três militantes do grupo feminista Femen protestaram neste sábado com os seios nus em uma mesquita de Estocolmo, na Suécia, contra a sharia no Egito e no mundo, antes de serem detidas pela polícia. Curta a fanpage do Araruna Online no Facebook e receba as últimas notícias As três mulheres entraram na mesquita e retiraram as capas que vestiam, deixando os seios descobertos, nos quais estavam escritas as frases "Meu corpo me pertence, não é em honra de ninguém" e "Não à sharia no Egito e no mundo". A polícia não confirmou a identidade ou a nacionalidade das manifestantes, que >>>