Category Archives: PT

Três ativistas da Femen saíram em liberdade

As três ativistas do movimento feminista Femen que tinham sido detidas a 29 de maio em Tunes, na Tunísia, foram colocadas em liberdade, cerca da meia-noite passada.«Sim! Ganhámos! A decisão ilegal da justiça tunisina está anulada. As ativistas da FEMEN Marguerite, Pauline e Josephine estão finalmente livres! A nossa determinação fez refletir os islamitas, os nossos seios foram mais fortes do que as suas pedras», revelou a organização no seu site da internet.Mas «ainda é cedo para parar», continuou a Femen, numa alusão a uma outra militante, a ativista tunisina Amina, que ainda >>>

Três ativistas do movimento Femen postas em liberdade – Diário de Notícias

"Sim! Ganhmos! A deciso ilegal da justia tunisina est anulada. As ativistas da FEMEN Marguerite, Pauline e Josephine esto finalmente livres! A nossa determinao fez refletir os islamitas, os nossos seios foram mais fortes do que as suas pedras", l-se na pgina digital.A organizao observou, no entanto, que "ainda cedo para parar" porque a ativista tunisina Amina continua na priso. "S a nossa presso sobre as autoridades tunisinas poder libert-la", acrescenta a informao.Suhaib Bahri, advogado das ativistas, tinha assegurado horas antes que o juiz do tribunal de recurso que reviu a sua condenao ratificou >>>

Três ativistas das Femen libertadas na Tunísia

As três militantes europeias do movimento Femen, detidas em Tunes a 29 de maio, foram colocadas em liberdade por volta da meia-noite desta quinta-feira, informou a organização na sua página de internet. «Sim! Ganhámos! A decisão ilegal da justiça tunisina está anulada. As ativistas da FEMEN Marguerite, Pauline e Josephine estão finalmente livres! A nossa determinação fez refletir os islamitas, os nossos seios foram mais fortes do que as suas pedras», >>>

Três ativistas do movimento Femen postas em liberdade na Tunísia

As trs militantes europeias do movimento "Femen", detidas em Tunes a 29 de maio, foram colocadas em liberdade por volta da meia-noite de hoje, informou a organizao na sua pgina de internet. "Sim! Ganhámos! A decisão ilegal da justiça tunisina está anulada. As ativistas da FEMEN Marguerite, Pauline e Josephine estão finalmente livres! A nossa determinação fez refletir os islamitas, os nossos seios foram mais fortes do que as suas pedras", lê-se na página digital. A organização observou, no entanto, que "ainda é cedo para parar" porque a ativista >>>

Ativistas do Femen são libertadas na Tunísia

Redação Central, 27 jun (EFE).- As três militantes europeias do grupo feminista Femen presas na Tunísia desde 29 de maio foram libertadas na madrugada desta quinta-feira, informou a organização em seu site. "Sim! Vencemos! A decisão ilegal da justiça tunisiana está cancelada. As ativistas FEMEN Marguerite, Pauline e Josephine estão finalmente livres! Nossa determinação fez os islamitas refletirem, nossos seios foram mais fortes que suas pedras", diz o site da organização. "Nossa ativista tunisiana Amina ainda está na prisão. E somente a nossa pressão sobre as autoridades tunisianas >>>

Três militantes do Femen deixam a prisão na Tunísia

26. Junho 2013 - 21:05 As três militantes europeias do grupo feminista Femen que estavam detidas na Tunísia foram liberadas sob liberdade condicional nesta quarta-feira, deixando a prisão pouco antes da meia-noite, segundo um jornalista da AFP no local. As três militantes deixaram a prisão feminina de Manouba pouco antes das 22h00 GMT (19h00 de Brasília), a bordo de um furgão da polícia que deve levá-las ao Ministério do Interior para as últimas formalidades antes de sua libertação definitiva, de acordo com esta >>>

Tribunal ordena libertação de militantes da Femen

Um tribunal da Tunísia ordenou a libertação de três militantes europeias do movimento Femen, esta quarta-feira, após suspender as sentenças que tinham sido aplicadas por terem exibido os seios em público durante uma manifestação.«O veredicto foi entregue. Foi suspensa a sentença de quatro meses e um dia de prisão. Elas serão libertadas nas próximas horas», garantiu o advogado de defesa tunisino Souhaib Bahri à agência noticiosa AFP.A decisão surgiu depois de o primeiro-ministro da Tunísia, Ali Larayedh, afirmar, que se a justiça não libertar as três militantes da Femen, duas >>>

Tunísia Tribunal ordena libertação de militantes do Femen

"O veredicto foi entregue. Foi suspensa a sentença de quatro meses e um dia de prisão. Elas serão libertadas nas próximas horas", disse o advogado de defesa tunisino Souhaib Bahri à agência noticiosa AFP. A decisão surge depois de o primeiro-ministro da Tunísia, Ali Larayedh, afirmar, numa entrevista publicada hoje por um jornal belga, que se a justiça não libertar as três militantes europeias do movimento Femen, detidas em Tunes, deverá ser o poder político a fazê-lo. "Espero que este assunto seja encerrado o quanto antes. Se a justiça tunisina não as libertar, devemos >>>

Tunísia Tribunal ordena libertação de militantes do Femen

"O veredicto foi entregue. Foi suspensa a sentença de quatro meses e um dia de prisão. Elas serão libertadas nas próximas horas", disse o advogado de defesa tunisino Souhaib Bahri à agência noticiosa AFP. A decisão surge depois de o primeiro-ministro da Tunísia, Ali Larayedh, afirmar, numa entrevista publicada hoje por um jornal belga, que se a justiça não libertar as três militantes europeias do movimento Femen, detidas em Tunes, deverá ser o poder político a fazê-lo. "Espero que este assunto seja encerrado o quanto antes. Se a justiça tunisina não as libertar, devemos >>>

Tunísia Tribunal ordena libertação de militantes do Femen

"O veredicto foi entregue. Foi suspensa a sentença de quatro meses e um dia de prisão. Elas serão libertadas nas próximas horas", disse o advogado de defesa tunisino Souhaib Bahri à agência noticiosa AFP. A decisão surge depois de o primeiro-ministro da Tunísia, Ali Larayedh, afirmar, numa entrevista publicada hoje por um jornal belga, que se a justiça não libertar as três militantes europeias do movimento Femen, detidas em Tunes, deverá ser o poder político a fazê-lo. "Espero que este assunto seja encerrado o quanto antes. Se a justiça tunisina não as libertar, devemos >>>